SINDICATO DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL DE GUARAPARI

Setor da construção entrega proposta para revisão da NR-18 ao governo

AGÊNCIA CBIC

A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) entregou na sexta-feira (30/08) ao secretário de Trabalho Bruno Silva Dalcolmo e sua equipe a proposta do setor da construção para a revisão da Norma Regulamentadora nº 18 (NR-18), colocada em consulta pública por 30 dias.

O processo de elaboração do posicionamento com as propostas do setor da construção contou com as contribuições enviadas pelas entidades associadas à CBIC e com o apoio do Seconci Brasil e dos profissionais especialistas em SST dos Seconci´s, que trabalharam na consolidação das sugestões até a conclusão da proposta final apresentada.

A revisão das Normas Regulamentadoras é um processo de extrema relevância para o setor produtivo, em especial a NR-18, que é a norma setorial aplicável ao setor da construção. O governo estabeleceu como diretrizes a simplificação e desburocratização das normas, contudo sem que fossem subtraídas as questões primordiais de segurança e saúde para o trabalhador que são indiscutíveis.

“A proposta da CBIC seguiu essa linha e temos a expectativa de que nos próximos meses avançaremos nas discussões com o objetivo de que o texto final da nova NR-18, que de acordo com o calendário preliminar do governo está previsto para ser divulgada em dezembro/2019, colabore para a geração de novos postos de trabalho, melhore a produtividade do setor e garanta as condições necessárias para que empregados, empregadores e a fiscalização alinhem suas atividades e atuações em benefício do país e de todos os seus trabalhadores”, ressalta o presidente da Comissão de Política de Relações Trabalhistas (CPRT) da CBIC, Fernando Guedes Ferreira Filho.

Fonte: Site CBIC – https://cbic.org.br/setor-da-construcao-entrega-proposta-para-revisao-da-nr-18-ao-governo/

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
imprimir
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on print

O que achou deste artigo?

Leia também