SINDICATO DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL DE GUARAPARI

Radar Trabalhista destaca resultado do emprego formal no Brasil em 2019

O Radar Trabalhista da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) desta segunda-feira (27) destaca que o Brasil fechou 2019 com o maior saldo de emprego com carteira assinada em números absolutos desde 2013, com a geração de 644.079 novas vagas de emprego formal no país. No entanto, os resultados de dezembro fizeram a alta ser menor que a esperada. Só na construção civil, foram perdidas 46 mil vagas no último mês do ano passado, especialmente por falta de políticas de habitação de interesse social.

Além deste destaque da semana, o Radar Trabalhista CBIC N.º 0130 traz uma seleção de matérias jornalísticas publicadas de 20 a 24 de janeiro de 2020, incluindo notícias relativas aos tribunais superiores – Supremo Tribunal Federal (STF), Superior Tribunal de Justiça (STJ) e Tribunal Superior de Trabalho (TST) –, entre elas, as de que a Procuradoria Geral da República questionou regras que alteram a competência do Ministério Público do Trabalho e a de que a Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios (Abimo) questionou no STF a competência de auditores da Receita para reconhecer vínculo trabalhista.

O informativo traz ainda notícias do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho e de casos relacionados à Justiça do Trabalho, além de atos normativos e dados estatísticos de fiscalização.

Elaborado pela Comissão de Política de Relações Trabalhistas da CBIC, o informativo integra o projeto ‘Radar Trabalhista de Saúde e Segurança do Trabalho e Relações Trabalhistas (SST/RT)’, realizado pela CBIC, por meio da sua Comissão de Política de Relações Trabalhistas (CPRT), com a correalização do Serviço Social da Indústria (Sesi Nacional). Confira a galeria com todas as edições do Radar Trabalhista.

Fonte: Site CBIC – https://cbic.org.br/en_US/radar-trabalhista-destaca-resultado-do-emprego-formal-no-brasil-em-2019/

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
imprimir
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on print

O que achou deste artigo?

Leia também